Prêmio que valoriza ações na Assistência Social ainda recebe propostas

Campo Grande (MS) – A organização do “Prêmio Mariluce Bittar: Boas Práticas de Gestão na Assistência Social 2018” ainda recebe propostas dentro das categorias da premiação, conforme as informações do regulamento que podem ser acessadas neste link. A participação é uma oportunidade para identificar, disseminar e reconhecer práticas bem sucedidas desenvolvidas pela política de assistência social e que estejam contribuindo para modernização, inovação, eficácia e eficiência do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Elisa Cleia Nobre, titular da Sedhast

“É uma oportunidade que nossos técnicos, gestores e gestoras têm de participar e ainda contribuir com a valorização profissional e a efetividade do SUAS enquanto política pública. Nosso estado é um exemplo nacional em vários quesitos no tocante a Assistência Social e sem dúvida temos em vários profissionais muitas coisas boas que podemos reconhecer”, destaca a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre.

Constantemente Mato Grosso do Sul é tido como referência na área da assistência social. Um dos exemplos mais enfáticos e a efetivação da Escola do SUAS na atual gestão e seu permanente funcionamento como local de cursos e capacitação envolvendo os 79 municípios do estado.

Um outro exemplo é o compromisso do Governo do Estado na efetivação dos repasses. Os repasses do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) feitos pelo Governo de Mato Grosso do Sul aos 79 municípios do Estado tiveram aumento de quase 30% entre os anos de 2015 e 2018 – saltaram de R$ 12,8 milhões para R$ 16,2 milhões.

A gestora do município de Naviraí, Telma Minari, apoia a realização do prêmio e vê uma oportunidade de reconhecimento do trabalho de vários profissionais. “Temos que participar, enviar nossas propostas, seja de grandes ou pequenos municípios. É uma ótima chance de vermos nossos colegas reconhecidos pelo trabalho que exercem, muitas vezes de forma anônima”, ressalta.

Inscrições

Os interessados podem realizar a inscrição de forma gratuita, devendo enviar à Sedhast toda documentação necessária constante na publicação, observando a correta forma de envio. Neste link é possível acessar mais informações para a realização da inscrição.

Podem participar da seleção para premiação, os municípios que tenham práticas que contribuam de forma efetiva e comprovada com a consolidação do SUAS nas seguintes categorias: 1) serviços socioassistenciais; 2) benefícios e programas socioassistenciais; e 3) gestão do SUAS.

São consideras boas práticas as atividades inovadoras, criativas e com resultados comprovados, implementadas e executadas por gestores, profissionais do SUAS, conselheiros, com o objetivo de aumentar a qualidade dos serviços socioassistenciais entregues aos cidadãos e que estejam em consonância com os instrumentos normativos que baseiam o SUAS.

Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)