Criança Feliz avança em MS e municípios já realizam visitas

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, fevereiro 23, 2018 as 11:14 | Voltar

Campo Grande (MS) – Em Mato Grosso do Sul o Programa Criança Feliz já conta com a adesão de 25 municípios e outros 13 estão em processo de adesão, promovendo assim o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. Na tarde de ontem (23), 44 municípios participaram de encontro, na Capital, promovido pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), discutindo novas estratégias para o ano de 2018 e também compartilhando as experiências exitosas.

Visitas já começaram em Nova Andradina

Para a coordenadora do Programa Criança Feliz em Nova Andradina, Natalia Macedo, a implantação no município surpreendeu e vem cumprindo com as metas estabelecidas. “Já realizamos as visitas semanais, em torno de 150, com as crianças dentro do perfil, e a recepção das famílias foi muito boa, o que ajuda ainda a fortalecer ainda mais os vínculos”, diz a assistente social.

Corumbá está unindo ações do Criança Feliz e fortalecendo a rede de atendimento

Adelma Galeano, pedagoga, está a frente do Criança Feliz em Corumbá e também participou do encontro realizado pela Sedhast. “Estamos com uma equipe de 23 visitadores e com uma meta já cumprida de 700 crianças para atendimento. Desde agosto do ano passado já estamos trabalhando nas visitas e ainda fortalecendo parcerias como as que aumentaram até os atendimentos no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade”. Adelma conta ainda que o município implantou também um comitê intersetorial que viabiliza ainda mais a ação entre os programas implantados, facilitando assim todo o atendimento socioassistencial.

Na formatação do Programa Criança Feliz, a Sedhast capacita os municípios dando também assessoria para a adesão das novas equipes e ainda instruindo os municípios que ainda não aderiram de como efetuar o processo.

A titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, destaca a importância da adesão por parte dos municípios e os bens significativos gerados pelo programa. “É uma soma de ações que irá resultar em um adulto mais saudável e com melhores condições em todos os âmbitos. Quando falamos então em alvos do Criança Feliz, como beneficiários do Bolsa Família e do Vale Renda, percebemos que os resultados podem ser ainda mais significativos para essas famílias”, aponta.

Criança Feliz

O Criança Feliz integra ações coordenadas em várias áreas, como saúde, assistência social, educação, justiça e cultura. Além disso, são incluídas as visitas domiciliares semanais, com o objetivo de oferecer às famílias mais informação e interação com suas crianças, identificando as oportunidades e os riscos para o desenvolvimento infantil, focando em crianças de zero a três anos.

O Programa Criança Feliz foi instituído pelo Decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, com caráter intersetorial, sendo fruto da Lei nº 13.257 de 08 de março de 2016 do Marco Legal da Primeira Infância.

Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

Fotos: Ana Paula Oliveira

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.