“Direitos Humanos vai à Escola” inicia segunda parte do projeto em 2016

Categoria: Direitos Humanos | Publicado: quarta-feira, junho 8, 2016 as 14:46 | Voltar

Campo Grande (MS) – A equipe do “Direitos Humanos Vai à Escola”, projeto da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), por meio da Superintendência da Política de Direitos Humanos (SUPDH), em parceria com Secretaria de Estado de Educação (SED), estiveram reunidos nesta semana, na Escola Estadual Orcírio Thiago Hugo de Oliveira, para segunda parte do projeto que vai abordar o tema “Namoro e Sexualidade”.

O projeto que já contemplou mais de 600 alunos em 2015 com o temáticas que envolvem os direitos humanos, agora em 2016 vai abordar mais três novos temas que foram  solicitados pelos docentes mediante a realidade do meio escolar. Sendo eles: "Direitos Digitais", "Diversidade de Gênero" e "Namoro e Sexualidade".

Cerca de 50 alunos do ensino médio, entre a faixa etária de 13 a 16 anos participaram juntos com seus professores na palestra que explanou sobre as diferenças entre os gêneros masculino e feminino.

dinamica

Após a palestra foi montada oficina em que alunos tiveram a oportunidade de participar de forma bem democrática. Todos os alunos socializaram, questionaram, sugeriram. Segundo os organizadores, o assunto é bem dinâmico entre os jovens, já que vivenciam essa fase na adolescência e desta forma conseguem ser participativos.

O projeto

Com a missão de abordar temas atuais que são vivenciados no cotidiano desses adolescentes despertando a reflexão para a vida cidadã, criando oportunidades, garantias ao acesso à informação e principalmente, orientações independente de gênero, idade, condição social, credo, raça ou religião.

Solange Mori – Sedhast

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.