Em Ponta Porã, Sedhast inicia capacitação de técnicos do Programa Criança Feliz

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, julho 2, 2019 as 15:18 | Voltar

 

Campo Grande (MS) - A equipe do Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS – Criança Feliz), realiza nesta semana, até sexta-feira (5.7), capacitação no município de Ponta Porã, com o objetivo de prestar assessoria técnica na execução do programa. O evento conta com palestras e oficinas voltados aos gestores locais do Criança Feliz.

Na abertura do evento, a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre, enalteceu o papel do Programa Criança Feliz no Estado, que vem sendo referência na sua execução. “É de suma importância a capacitação permanente nos municípios do Estado. Tenho a certeza que a partir dessa troca de experiências o município de Ponta Porã, os técnicos locais e a população atendida pelo programa, só têm a ganhar”, disse.

A partir de hoje (2.7) a equipe de multiplicadoras dará início a capacitação introdutória nas metodologias do Guia de Visitas Domiciliares (GVD) e Cuidados para o Desenvolvimento da Criança (CDC) da Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano – SNPDH, com carga horária de 40 h.

A cerimônia de abertura da capacitação também contou com a presença da superintendente da Política de Assistência Social da Sedhast, Salette Marinho de Sá, além de representantes do legislativo e executivo locais.

Programa Criança Feliz - O Programa Criança Feliz foi instituído pelo Decreto no 8.869, de 5 de outubro de 2016, com caráter intersetorial, tendo em vista promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida.

O programa fortalece a trajetória brasileira de enfrentamento da pobreza com redução de vulnerabilidades e desigualdades e potencializa a integração do acesso a renda com inclusão em serviços e programas. Renova, ainda, os compromissos do Brasil com a atenção às crianças com deficiência beneficiárias do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e suas famílias e também as crianças privadas do convívio familiar, em serviços de acolhimento, e suas famílias.

Leomar Alves Rosa - Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

Fotos: divulgação

 

Publicado por: Leomar Alves Rosa

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.