Governo do Estado anuncia ações para inserção no mercado de trabalho e contra violência no Dia Internacional das Mulheres

Categoria: Dia Internacional da Mulher | Publicado: terça-feira, março 8, 2016 as 08:07 | Voltar

Campo Grande (MS) – Nesta terça-feira (8), em que se comemora o Dia da Mulher, o governador Reinaldo Azambuja acompanhado da primeira-dama Fátima Azambuja, da vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Rose Modesto e a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, assina na Governadoria, às 8h30, Carta Compromisso do Estado de Mato Grosso do Sul com as políticas públicas para Mulheres. Na ocasião, serão anunciadas as parcerias entre os órgãos governamentais para colocar em prática ações de inserção da mulher no mercado de trabalho, fortalecer a participação feminina nos espaços de poder e reduzir índices de violência.

“Já é tempo de começarmos a apresentar números mais favoráveis às mulheres. As ações que anunciaremos hoje serão pontuais e vão começar a alterar os indicadores no Estado que até então ainda são preocupantes para as mulheres, tanto na questão da inserção do mercado de trabalho quanto para a violência”, explica a vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto.

Uma dessas parcerias será com a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) que vai disponibilizar vagas nos cursos oferecidos pela Casa de Qualificação para mulheres em situação de violência que forem encaminhadas pelo Centro de Atendimento à Mulher (CEAM), unidade vinculada à Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM), com fornecimento de vales transporte durante o período do curso.

No mercado de trabalho ainda persiste a exclusão feminina na distribuição de cargos e lideranças, como atesta pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE-2014) que aponta a disparidade de salários, principalmente em Mato Grosso do Sul, que está no topo dos estados brasileiros nessa diferença: homens recebem em média R$ 1.825,00 e mulheres R$ 988,00.

Para diminuir essa distância salarial, o Governo do Estado além da qualificação, vai dar suporte financeiro disponibilizando linhas de microcrédito para capital de giro ou investimento fixo junto ao Banco Cidadão para as mulheres em situação de violência iniciarem negócio próprio.

Luciana

Luciana Azambuja, subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres

“O nosso trabalho é exatamente articular essas ações e assim possibilitar o empoderamento das mulheres que muitas vezes não conseguem sair de uma situação de violência, pois não têm autonomia financeira”, descreve a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, sobre um dos pontos da Carta de Compromisso que será assinada na manhã de hoje.

Outra meta do governo e inédita no País e sugerido pela ONU Mulheres, é iniciar ainda este ano, um trabalho de acolhimento às famílias de mulheres vítimas de feminicídios: mães, filhas, irmãs, sobrinhas de mulheres que foram violentamente assassinadas, terão à sua disposição os serviços oferecidos no CEAM (assistência social, psicologia, informação jurídica). Serão formados grupos de apoio, permitindo que essas mulheres possam aplacar um pouco da dor da perda convivendo com famílias que passaram pelo mesmo trauma, trocando experiências e ajudando-se mutuamente.

Muitas parcerias já estão consolidadas desde 2015 para diminuir o preconceito, desigualdades de gêneros e violência, como o projeto “Maria da Penha vai à Escola” com a Secretaria Estadual de Educação (SED); as Rodas de Conversas nos diversos órgãos do governo e na Caravana da Saúde.

Mês da Mulher – Com extensa programação para o Mês da Mulher, a vice-governadora, Rose Modesto, participa ainda hoje (08) às 9h, na Assembleia Legislativa, de Solenidade do Dia Internacional da Mulher, e às 19h no Memorial da Cultura – Apolônio de Carvalho, Exposição “Mulheres Protagonistas da nossa história”, um mostra fotográfica que visa homenagear mulheres que fizeram história em diferentes segmentos de atuação aqui no Estado.

Solange Mori (Assessoria da Vice-Governadoria e Sedhast)

Fotos: Leca

 

 

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.