Unidades Móveis percorrem cidades de MS com atendimento para mulheres

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, maio 12, 2016 as 16:55 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM), pasta ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), divulga balanço das atividades via “Unidades Móveis de atendimento às mulheres em situação de violência do campo, da floresta e das águas”. Os ônibus lilás, como são comumente conhecidos, alcançaram 1.798 mulheres em 2015 em ações como a campanha dos “16 dias de ativismo pelo fim da violência” (novembro e dezembro de 2015), quando os municípios de Nova Alvorada do Sul, Corguinho, Ladário e Corumbá foram contemplados. Por motivos de chuvas no final do ano de 2015, viagens aos municípios da região sul foram canceladas.

Ainda nestes primeiros meses de 2016 já foram realizadas viagens para os municípios de Jardim e Aquidauana, onde a unidade móvel acompanhou as atividades da Caravana da Saúde. Mulheres dos assentamentos e aldeias buscaram atendimento médico na Caravana, encontrando apoio e orientações na unidade móvel. Em parceria com a rede local, foram atendidas individualmente mulheres que solicitavam informações, realizadas palestras sobre enfrentamento à violência e distribuição de folders sobre Lei Maria da Penha, atingindo 291 mulheres em ambos os deslocamentos.

10

Assuntos como a Lei Maria da Penha são foco das conversas

No mês de abril a unidade móvel percorreu as aldeias indígenas Jaguapiru e Bororó, acampamento Ñu Verá e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Vila Vargas em Dourados,  totalizando mais de 600 atendimentos na cidade, também participando das atividades da Caravana da Saúde, ressaltando a necessidade de falar sobre a violência sofrida pelas mulheres do campo, com realização de palestras para mulheres indígenas e para acadêmicas e acadêmicos do Programa Vale Universidade. Também houve participação na festa do Dia do Índio, na aldeia Amambai, aldeia Limão Verde e no assentamento Guanabara (Amambai).

Próximas ações

O calendário de maio a agosto de 2016 foi aprovado em reunião do colegiado no mês de maio. Serão contemplados os seguintes municípios: Maracaju (17, 18 e 19 de maio); Rio Brilhante (20 e 21 de maio); Terenos (em maio, data a definir); Nova Andradina (06, 07 e 08/junho); Batayporã (09 e 10/junho); Bataguassu (14 e 15/junho); Ivinhema (16 e 17/junho); Rio Verde de Mato Grosso (em julho, data a definir); Corguinho (em julho, data a definir) e Rochedinho (em julho, data a definir); Jardim e Nioaque (primeira semana de agosto); Aquidauana e Anastácio (segunda semana de agosto).

A SPPM coordena o “Fórum Estadual de Enfrentamento à Violência contra Mulheres do Campo e da Floresta”, cuja finalidade é formular e debater políticas públicas de enfrentamento à violência contra mulheres do campo, em especial, acompanhar a atuação das unidades móveis, que são ônibus adaptados para o atendimento às mulheres em situação de violência das aldeias, assentamentos, comunidades rurais, quilombolas e ribeirinhas.

Entidades não governamentais e órgãos governamentais compõem o colegiado, com competência para o planejamento e a execução das ações de sensibilização, identificação, mapeamento e de mobilização de grupos e demandas, apoio ao trabalho das unidades móveis local e o monitoramento e avaliação do trabalho das unidades móveis.

08

A subsecretária da SPPM em palestra na unidade

A coordenadora do Fórum e subsecretária da SPPM, Luciana Azambuja Roca, julga de extrema importância à participação de todas as entidades e órgãos não só nas reuniões convocadas, mas principalmente nas viagens, para que seja possível contribuir na execução das atividades e, posteriormente, na análise e avaliação da situação das comunidades visitas e das ações realizadas.  Luciana Azambuja explica ainda que as datas podem sofrer alterações, até mesmo algum município pode ser cancelado ou remanejado, dependendo das tratativas,

Mais informações podem ser obtidas na Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, no telefone 3318-4142, pelo e-mail sppmulheres@gmail.com ou pessoalmente no bloco III, no Parque dos Poderes, na Capital.

Leomar Alves Rosa (Assessoria Sedhast)

Fotos: divulgação SPPM

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.